/Barreiras à Nuvem: A Verdade Nua e Crua sobre o Ransomware

Barreiras à Nuvem: A Verdade Nua e Crua sobre o Ransomware

OS ATAQUES DE RANSOMWARE EVOLUEM

O primeiro ataque de ransomware documentado da história, de acordo com o Becker Hospital Review, ocorreu em 1989 e foi entregue por meio de disquetes. Especialmente nessa década seu veículo de propagação tornou-se e continua sendo o e-mail. A entrega via e-mail é simples: os usuários abrem um anexo ou clicam em um link, e o ransomware infecta e inicia o processo de criptografar os arquivos.

Nos últimos anos, o ransomware tornou-se muito mais inovador e sofisticado. O e-mail não é o único método de infecção, sites maliciosos, vulnerabilidades em aplicativos e redes fracas também são oportunidades para que o ransomware invada sistemas.

NUVEM NÃO SIGNIFICA SEGURANÇA

Existe uma falsa sensação de que, se suas aplicações ou arquivos estiverem na nuvem você estará protegido contra ataques. Infelizmente, possuir arquivos fora das instalações não significa estar fora de perigo. O arquivos que residem no Dropbox ou no Google Drive são igualmente vulneráveis. Como se isso não fosse assustador o suficiente, especialistas do setor como a MIT Technology Review, esperam que os serviços baseados em nuvem sejam o próximo grande alvo dos ciberataques de ransomware, o que significa que você pode acreditar estar fazendo tudo correto e ser infectado porque a solução que você utiliza é vulnerável.

UTILIZE BACKUP EFICAZES

Uma estratégia eficaz que as organizações podem adotar para se protegerem do ransomware é utilizar backups inteligentes e eficazes de seus arquivos e sistemas. Pagar o resgate nunca é recomendado porque não há garantia de que você recuperará os dados sem dados. Portanto, a capacidade de restaurar os sistemas e arquivos para antes do ataque é essencial para a continuidade do seu negócio.

O backup pode ser no local, fora do local, na nuvem ou uma combinação deles. As melhores opções de backup são as que seus dados são recuperados rapidamente e incluem proteção contra ransomware.

SEGURANÇA PROATIVA

A melhor estratégia contra o ransomware é nunca deixá-lo invadir seu sistema. Embora exista alguns aplicativos que oferecem proteção anti-ransomware como parte de suas medidas de segurança, muitas vezes não é suficiente e adequado pois os ataques ransomware estão em constante evolução.

Ter uma solução terceirizada de backup anti-ransomware de alto nível é a melhor aposta para manter o ransomware à distância. As melhores plataformas de backup e antispam possuem multicamadas de proteção que impedem que, as ameaças alcancem as caixas de entrada, filtrando sites suspeitos, identificando arquivos infectados e removendo qualquer ameaça que possa estar residindo em seus sistemas.

Muitos outros perigos cibernéticos colocam as empresas em risco, mas o ransomware está nas manchetes por um grande motivo: segundo o Relatório de Investigações de Violações de Dados da Verizon 2018, 39% dos ataques ma-intecionados são ransomware, superando todas as outras ameaças. Só ter seus arquivos e sistemas na nuvem não pode evitar um ataque, portanto, proteger a sua organização deve ser uma prioridade.

 

Fonte: AppRiver